1

Temos em Arquivo

'A Espiral de Morte do Ártico e a Bomba-Relógio de Metano'

O planeta atravessa um momento de verdadeira crise, mas esta não é uma crise artificial gerada pelos mercados financeiros ou pelos ciclos ou contra-ciclos económicos que medem o melhor ou pior desempenho das economias; a crise de que falamos é uma crise ambiental que tem sido  negligenciada ou mesmo ocultada de forma incompreensível pelos meios de comunicação social de massas, embora o debate exista e o pessimismo dos cientistas seja de um realismo que não repousa em qualquer visão mais ortodoxa ou "fundamentalista".

Clicar para ver o vídeo
Afinal, confirma-se, ou tem-se vindo a confirmar, que o fundamentalismo não está do lado de quem ao longo das últimas décadas sempre propôs estratégias sustentáveis de criação de riqueza e racionalidade na exploração e fruição dos recursos planetários, mas sim do lado de quem no seu cego percurso de avidez conduziu este planeta, que é de todos, a uma espiral de crise sem precedentes e que não sabemos muito bem como vai acabar. Mas os prognósticos não são os melhores.

Guy McPherson, Professor Emérito de Recursos Naturais, Ecologia e Biologia Evolutiva da Universidade do Arizona, afirmou recentemente que "os novos dados científicos prevêem que o processo de extinção da humanidade já começou, é irreversível, e estará terminado por volta de 2040."

Parece demasiado catastrófica a afirmação do conceituado professor, mas a verdade é que os dados científicos que estão a ser recolhidos conduzem a esta lamentável conclusão.

O documentário que aqui se apresenta parece ser elucidativo quanto a esses factos e um documento fundamental para começarmos a centrar a nossa atenção no que realmente tem importância.
'A Espiral de Morte do Ártico e a Bomba-Relógio de Metano' Reviewed by Notícias do Nordeste on domingo, abril 27, 2014 Rating: 5

Sem comentários:

O Notícias do Nordeste informa que os comentários são sempre da exclusiva responsabilidade dos seus autores, mesmo quando feitos sob a forma de anonimato. Este é um espaço público e de partilha de ideias e opiniões. Identifique-se com o seu nome verdadeiro, mas não forneça os seus dados pessoais como telefone ou morada, e por favor não utilize linguagem imprópria para veicular a sua opinião. Obrigado!
Informa-se ainda que todos os comentários ofensivos feitos sobre a forma de anonimato serão removidos pelos gestores do site.

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Com tecnologia do Blogger.