1

Temos em Arquivo

Defesa do Rio Tâmega ao rubro. Amarante vai ser palco de um fim-de-semana de contestação

Está na estrada a “Caravana pelo Tâmega - De Chaves a Amarante”, iniciativa que quer sensibilizar as populações para as maiores ameaças ao rio Tâmega: a poluição e a construção de quatro grandes barragens neste afluente do Douro.

Cidade de Chaves
Entre Chaves e Amarante há mais de 100 quilómetros a separar as populações. O que as une? O rio Tâmega, cartão-de-visita das duas cidades e o motivo pelo qual foi lançada esta “Caravana pelo Tâmega - De Chaves a Amarante. Organizada pelo projeto Rios Livres, da associação ambientalista GEOTA - Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, tem o seu auge este fim-de-semana, em Amarante.

O rio será o palco de um protesto original, convocado para sábado. Uma flotilha de dezenas de canoas e kayaks parte de Fridão, local onde a EDP planeia um empreendimento hidroelétrico com o mesmo nome, que obrigará à construção de duas barragens e inundará uma área superior a 850 campos de futebol, e chegará pela hora de almoço ao centro de Amarante.

“Queremos fazer a maior manifestação de sempre: encher o rio de desportistas de águas bravas e mostrar que a construção das barragens de Fridão, Daivões, Gouvães e Alto Tâmega não é um assunto fechado. Há milhares de pessoas contra estas obras, que querem um rio limpo e livre”, assegura Ana Brazão, coordenadora do projeto Rios Livres.

PUB

Anuncie no Notícias do Nordeste! Contacte-nos!
Consulte a tabela de preços 

O pontapé de saída foi dado no passado domingo, em Chaves, numa das mais importantes feiras de Trás-os-Montes e Alto Douro, a Feira dos Santos. Até dia 8 de novembro, os ativistas percorrem os principais concelhos afetados (PDF em anexo com mais informação) se a construção das barragens avançar: Ribeira de Pena, Vila Pouca de Aguiar, Mondim de Basto e Amarante.

Além do contato com as populações e de sessões de esclarecimento os “caravanistas” apostam na educação. “Em Chaves fomos muito bem recebidos pela comunidade escolar. Tivemos oportunidade de falar sobre os prós e contras da produção de energia hidroelétrica, sobre a importância dos rios e da sua preservação e de realizar atividades com mais de uma centena de alunos” conta Ana Brazão. Na bagagem, a equipa leva também cinema: DamNation, documentário vencedor de inúmeros prémios internacionais, será exibido gratuitamente em Mondim de Basto (sexta, 6) e Amarante (sábado, 7).

A Caravana pelo Tâmega culmina com um grande debate: Barragens no Tâmega: Problema ou Oportunidade? Para as 14h30, no mítico Café-Restaurante S. Gonçalo, em Amarante, o GEOTA convidou a sentar à mesma mesa representantes dos municípios do Vale do Tâmega, EDP e Iberdrola, ambientalistas, especialistas em questões energéticas e da qualidade da água e empresários do setor turístico.
Defesa do Rio Tâmega ao rubro. Amarante vai ser palco de um fim-de-semana de contestação Reviewed by Notícias do Nordeste on quarta-feira, novembro 04, 2015 Rating: 5

Sem comentários:

O Notícias do Nordeste informa que os comentários são sempre da exclusiva responsabilidade dos seus autores, mesmo quando feitos sob a forma de anonimato. Este é um espaço público e de partilha de ideias e opiniões. Identifique-se com o seu nome verdadeiro, mas não forneça os seus dados pessoais como telefone ou morada, e por favor não utilize linguagem imprópria para veicular a sua opinião. Obrigado!
Informa-se ainda que todos os comentários ofensivos feitos sobre a forma de anonimato serão removidos pelos gestores do site.

Formulário de Contacto

Nome

E-mail *

Mensagem *

Com tecnologia do Blogger.