1

Temos em Arquivo

Campanha “Que a Asma não te Páre” apela à importância de controlo da doença

No dia 2 de Maio assinala-se o Dia Mundial da Asma (DMA), doença respiratória crónica que afeta 700 mil portugueses e 300 milhões de pessoas em todo o mundo. “Que a Asma não te pare!” é o lema da campanha do Instituto Mundipharma. Esta iniciativa tem como objetivo principal sensibilizar estes doentes para a importância de terem a doença controlada, para que possam ter uma vida o mais normal possível, sem limitações.



Cada nove em 10 doentes com asma não controlada tem perceção errada do estado de controlo da sua doença, o que pode dificultar a procura de melhor tratamento e controlo. Uma das consequências do mau controlo são as agudizações de asma com necessidade de internamento, consultas de urgência e o absentismo à escola e ao trabalho. Atualmente, as principais dificuldades no controlo da doença são a inadequada adesão ao tratamento regular e contínuo e a utilização incorreta dos dispositivos inalatórios. E isto leva a que quase metade dos asmáticos portugueses não tenham a doença controlada (43% da população geral e 51% da população pediátrica).

PUB

Anuncie no Notícias do Nordeste! Contacte-nos!
Consulte a tabela de preços 

Esta campanha conta com a participação de José Mata como protagonista de um vídeo de sensibilização para o diagnóstico e controlo da asma que será divulgado nas redes sociais e em spots de TV. A iniciativa pretende, desta forma, chamar a atenção destes doentes para o facto de existir uma solução para o seu problema respiratório crónico. É responsável por frequentes faltas ao trabalho ou escola e limitações na participação nas atividades habituais do dia-a-dia, bem como na qualidade de vida dos doentes. Estes custos sócio-económicos ocorrem especialmente, quando o insuficiente controlo da patologia origina a necessidade de cuidados de saúde urgentes e/ou de internamento hospitalar.

De um modo geral, em Portugal, os doentes com asma menos controlada caracterizam-se por serem de classes socioeconómicas mais desfavorecidas, terem menor grau de escolaridade, serem de idade pediátrica ou idosos e terem um índice de massa corporal aumentado.

Importantes avanços têm ocorrido no conhecimento da fisiopatologia destas doenças e atualmente existem fármacos eficazes, bem como consistentes orientações para o seu tratamento.

Mário Morais de Almeida, alergologista e presidente da Associação Portuguesa de Asmáticos, explica que "a asma é uma doença crónica que pode e deve estar controlada. E está nas mãos do asmático e dos seus cuidadores alcançar este objetivo que reduz custos e aumenta a qualidade de vida".

Esta campanha conta com o apoio da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP), a Fundação do Pulmão, a Associação Portuguesa de Asmáticos (APA) e do Grupo de Trabalho de Problemas Respiratórios (GRESP) da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF).

Campanha “Que a Asma não te Páre” apela à importância de controlo da doença Reviewed by Notícias do Nordeste on sábado, abril 29, 2017 Rating: 5

Sem comentários:

O Notícias do Nordeste informa que os comentários são sempre da exclusiva responsabilidade dos seus autores, mesmo quando feitos sob a forma de anonimato. Este é um espaço público e de partilha de ideias e opiniões. Identifique-se com o seu nome verdadeiro, mas não forneça os seus dados pessoais como telefone ou morada, e por favor não utilize linguagem imprópria para veicular a sua opinião. Obrigado!
Informa-se ainda que todos os comentários ofensivos feitos sobre a forma de anonimato serão removidos pelos gestores do site.

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Com tecnologia do Blogger.